Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governo e sindicalistas iniciam tratativas para definição do valor do salário mínimo regional

Publicação:

IMG 1820
Secretária Maria Helena recebe pedido de reajuste para o salário mínimo regional para 2018

Representantes das centrais sindicais CBT, FETAR, CUT, FECOSUL e UGT estiveram reunidos hoje (06) com a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, para encaminhar o pedido de reajuste do valor do salário mínimo regional para 2018. As entidades, com assessoria do Dieese, estão reivindicando reajuste de 5,5%, levando em conta o percentual anunciado para o Salário Mínimo Nacional e a diferença existente entre a relação do menor piso e o Salário mínimo vigente entre os anos de 2002 a 2004 e em 2017. 

A Secretária Maria Helena Sartori encaminhou o documento a equipe técnica da SDSTJDH e pretende se reunir com os demais secretários estaduais envolvidos com o assunto. A expectativa da secretária é que até dezembro possa retomar o contato com os sindicalistas que manifestaram o deseja de ter o novo índice fixado até janeiro de 2018.

IMG 1810
Documento foi entregue hoje por sindicalistas
 

O valor do salário mínimo regional incide sobre a remuneração de categorias de trabalhadores que não têm convenções ou acordos coletivos e aqueles que vivem na informalidade. Serve de balizador para as convenções e tem papel de equalizador entre as diferentes regiões do estado.

Também participaram da reunião o diretor geral da SDSTJDH, Darci Lauermann, e o diretor regional do DIEESE, Ricardo Franzoi.

SDSTJDH - Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos